• Consultas SPC
  • Webmail
Consultas SPC
22/06/2021

AUMENTOS DA TAXA SELIC INDICAM NOVA TENDÊNCIA DOS NEGÓCIOS

A ACIEI explica!

Foi divulgado no dia 16 de junho a nova meta da Selic, a taxa de juros de referência da economia.

O comité de política monetária do Banco Central elevou a taxa em 0,75%, passando de 3,5% para 4,25% ao ano. Esta é a terceira elevação consecutiva da taxa, que em março deste ano se encontrava no seu patamar mínimo histórico, de 2% ao ano. Embora a taxa de juros esteja ainda em um patamar relativamente baixo, a rapidez com que está ocorrendo a mudança do seu valor é pouco comum. Em três meses, a elevação foi de 112,5%.

Segundo ata do COPOM, a elevação se deve principalmente à pressão inflacionária. Esta medida tem por finalidade controlar a elevação dos preços, entretanto, tem outros efeitos, como explica o presidente da ACIEI, Hector Arango: “Na ponta produtiva, a alta da taxa de juros da economia aumenta o custo do capital de giro e dos investimentos das empresas. Na ponta do consumo, eleva o custo do crédito para o consumidor, diminuindo a procura por bens e serviços. O resultado é que o ambiente de negócios tende a contrair, diminuindo a produção, as vendas e a receita das empresas no mercado doméstico”.

Em relação às medidas do Banco Central, Hector complementa. “O setor empresarial entende que a elevação dos preços é devida a aumento nos custos de produção, e não a pressão de demanda dos consumidores. Desta forma, o aumento dos juros neste cenário se mostra pouco eficaz, senão contraproducente. Para aliviar o problema atual de elevação de preços, é urgente que o governo concentre suas medidas em ações que diminuam os custos de produção, com iniciativas nas áreas fiscal e trabalhista. No longo prazo, é fundamental melhorar a estrutura de gestão do setor público e simplificar os negócios do setor produtivo. Temos que produzir mais e gastar menos”.

A próxima reunião para definir os juros da economia será no início de agosto e está previsto um novo aumento, que deverá levar a taxa Selic para 5% ao ano.

  


Fonte: ACIEI

Publicado por: associacao-comercial-de-itajuba